Leiria, 13 de Novembro de 2011

Saímos de casa com alerta laranja...muita chuva e muito vento. Mas levamos na mochila o bom tempo!

Chegados ao ponto de partida, entramos no P.N. Serra d'Aire e Candeiros e entramos num muito bonito circo. Subindo por um trilho marcado, chegamos à Fornea da Velha que com as chuvas dos dias anteriores tinha bastante água.

Daqui começamos a subir de forma a transpor o monte, tem para isso que vencer uma cascalheira. Felizmento o tempo estava seco, ou seria uma tarefa bastante mais penosa.

Entrando no planalto, cruza-mo-nos com diversos caçadores que pouco tinham caçado. Mal dava para eles....tinhamos que almoçar o que tinhamos trazido!

As vistas em altura eram magnificas, até onde alcançava a vista. Ao longe, mas não muito longe, viamos uma tempestade feia, com muita trovoada. Muitas fotos foram tiradas, na tentativa de apanhar o relampago, mas ficou provado que não é tarefa para qualquer um!!!

Com a tempestade a circundar resolvemos continuar o trilho mas descer em altitude o que se revelou ser boa opção. A nossa CR7 teve um precalço e foi ao charco!!! Ainda não tinha chovido e ela já estava molhada. É possivel que tenha sido esse acontecimento que trouxe uns 15 minutos de chuva, trovoada e granizo para que os restantes domingueiros não se rissem muito.

Passamos por um Campo de Lapiaz, um campo com muitas rochas, segundo o guia de serviço, tratasse de uma rocha muito grande que com o tempo foi-se partindo.

Rapidamente chegamos ao Alto de Santo António com umas espetaculares vistas sobre Alvados e sobre a zona que é habitual inundar e que dá para ver da A1.

Descemos por um trilho bem definido e chegamos à viatura, pois o percurso não foi circular, mas já a escurecer.

Por este ano já não há mais, venho o proximo!!! ;)