Vigo, 21 de Agosto de 2011

As espetativas eram bem altas! O titulo de "A melhor praia do mundo" dado pelo Guardian em 2007 é uma grande responsabilidade.

Apesar dos receios, a viagem de barco foi muito calma. Rapidamente chegamos a uma praia muito bonita, com agua transparente e a deixar ver os peixes.

Se fossemos a votos ficavamos já pela praia, mas a nossa missão era outra, e não a podiamos esquecer!!! É evitar olhar para a esquerda!!! A paisagem está toda à direita, ouvia-se dizer.

Quase sem reparar passamos de uma ilha para a outra (unidas pela areia que se foi acumulando e que formou a Praia das Rodas), mesmo junto ao lago, cujas águas paradas emanavam um odor não muito agradável. E isso mesmo ao lado do sobrelotado parque de campismo.

Rapidamente começamos a subir, em direção à descoberta dos outros encantos da ilha. O observatório de aves só mostrou aves raras, pois as gaivotas viam-se um todas as direções menos dentro do observatório. Elas já sabiam e não gostam de ser observadas! Deve ser isso!!! Passamos pela Pedra Compá. Uma pedra esboracada e com uma carateristica muito particular. Emanava umas ondas radiotransmissiveis que fazia com que todos os que se aproximassem não deixassem de a subir!!! Obrigou a esticar bem a perna, mas fomos todos lá cima.

E subimos, subimos, subimos ... bem ... não subia assim tanto... que chegamos ao Farol, onde almoçamos para podermos ir ao banho quando chegassemos à praia. Deste farol, descemos até ao de baixo e o cartão de memória da maquina fotográfica estava cada vez mais cheio.

Percorrendo a parte inferior da ilha, passamos por mais uma praia muito bonita, esta com mergulhadores e corvos marinhos. Rapidamente chegamos à outra ponta da Praia das Rodas. Foi interessante ver o convivio na areia das botas de montanha com as toalhas de praia e os biquinis.

De certeza que esta praia não tem o titulo de "praia com água mais quente do mundo"!!! Estava fria, mas foram poucos os que deixaram de dar um bom mergulho. Afinal não estava assim tão fria, já se ouvia dizer.

À hora do lanche ainda fomos "incomodados" pelas gaivotas, que estavam a querer participar...à força. Mas apenas levaram com uns choôoo's.

E aproximava-se a hora do regresso, mas não sem antes passar por uma praia de nudistas ou naturalista ou naturistas ou lá o que fosse. Fosse o que fosse rapidamente chegamos à conclusão que a fauna não tinha qualquer interesse, mas motivou a conversas dos minutos seguintes.

Regresso da ilha e regresso a casa e até à proxima.