Rossas, 13 de Fevereiro de 2011

O dia acordou muito chuvoso. Mas mesmo com algumas baixas, seguimos para a caminhada, que o tempo por vezes supreende-nos.

Em dia de romaria e à saída da igreja, vimos muita gente pouco crente...no que estavam a ver. Dez "astronautas" resolveram ir caminhar à chuva. Ainda se ouvir dizer: vocês estavam melhor em casa!

Quase todos bem equipados, seguimos pois as previsões davam melhoria de tempo ao longo do dia. O trilho seguiu ribeiro acima, num percurso muito bonito. Ribeiro esse com bastante água nesse dia.

Chegados a uma aldeia bem rural, fizemos o upgrade e seguimos o GR 28, que nos levou à Senhora da Laje (local também conhecido por "cruzes"). Aí o tempo começou a melhorar, e presenteou-nos com umas vistas fantasticas.

Protegidos pelo telhado do coreto, atacamos o merecidissimo almoço. É que ainda não tinhamos apanhado uma unica descida! Sempre a subir, desde que saímos do carro.

Aí notava-se que estavamos a já alguma altitude, pois todos começaram a queixar-se do frio. Ainda protegidos pelo coreto, caiu uma saraivada bem forte, que terminada permitiu retomar o trilho.

Descemos por parte do trilho Exótico e mais a baixo, retomamos o trilho inicial. O tempo ora abria, ora fechava. Muito inconstante, mas a não castigar demasiado os temerários.

Já perto do final, caminhamos ao longo de uma levada, que quase nos levou de volta aos carros.

Se os proverbios ainda são o que eram, este ano promete ser bom : "Janeiro geoso e Fevereiro chuvoso fazem o ano formoso."