Góis, 14 Março 2010

O dia começou fresco, mas rapidamente aquecemos com a subida inicial, partindo da pitoresca aldeia de Aigra Nova.

Chegando ao topo dessa subida estavamos em Aigra Velha. Daqui podiamos ver o percurso que iriamos fazer durante a maior parte do dia, incluindo o marco geodesico que nos desafiava mesmo em frente.

Estava dificil em acreditar no gps, mas a descida era mesmo essa, bem a pique até ao rio. Daí foi sempre a subir até Povorais, onde tomamos o merecido almoço.

Daqui partimos à aventura. Enquanto alguns ficaram cá em baixo a aguardar, outros resolveram ir ver as vistas a partir do marco geodesico. A subida por corta fogo muito sujo foi complicada, mas sem o corta fogo foi bem pior. Com cordas e muita força nas pernas, lá chagamos ao topo, onde nos encontramos com outras pessoas que foram por um outro caminho bem mais simples ;).

Recuperado o folego, tinhamos que descer. Houve quem não quisesse descer pelo local de subida, pelo que contornaram. Os que desceram "a direito", encontraram-se com os que ficaram à espera e fomos todos até à bela Aldeia da Pena, aldeia de Xisto, onde aguardamos pelo resto do grupo.

O resto do percurso foi contornando um monte, com belas vistas para este, e passando por uma ultima aldeia estavamos de volta aos carros.