Montalegre, 19 Outubro 2008

Contrariando um pouco a tradição, à segunda foi mesmo de vez!!

Como para se redimir do tempo do ano passado, o S.Pedro desta vez esmerou-se. Céu absolutamente limpo, temperatura amena...

Começamos por ver, alguns pela primeira vez, um Fojo do Lobo. Dois muros em V que terminam num poço e que os antigos utilizavam para "empurrar" os lobos, até eles cairem no poço. Dá para adivinhar o que lhes acontecia, não?

Com a barragem do Alto do Rabagão ao fundo, fomos saltando de aldeia em aldeia, aldeias agriculas e de pastoreio. Vacas, burros, confusões de cruzamentos entre burros/burras e cavalos e chegamos ao Ourigo.

Chegados ao Ourigo, um pequeno bosque com casa do guarda florestal, fomos recebimos por uma matilha de cães de caçadores. Mas felizmente não fomos mal recebidos :)

Este trilho também de podia chamar de trilho dos cogumelos. Tantos e com tanta variedade. Desde os mais belos, aos mais vulgares em ramalhete. Ahh, e vimos uma flor chamada Quitamerendas ou Noselhas de cor rosa-lilacínea e que floresce nesta altura.

Uma palavra final para a dificuldade. Nada do outro mundo (ninguem ficou pelo caminho), mas houve quem acabasse bastante pronto para a reciclagem: partido... Deve ter sido uma segunda-feira muito calminha a recuperar :DDD