Alvarenga, 12 Março 2006

Às 8h lá estavam todos, prontinhos para mais uma montanha de preguiça, e atenção que desta vez a alvorada foi mesmo muito cedo, não há espírito Domingueiro que explique acordar às 6:00…mas ele existe!
A primeira paragem, após uma rotunda um nada “esquisita”, foi no...“Pepino café”, sim esse mesmo, pronto mas o objectivo era um café e uma espreitadela ao mapa, o que foi rápido e dali a nada já estávamos novamente entre curvas e contracurvas…
Chegados ao ponto de partida Sra.do Monte, o dia prometia, o sol estava do nosso lado e a vontade também…o caminho esse, era sobretudo longo…
Orientado o GPS, começamos o trilho…subidas, mais subidas, nenhuma descida…e o sol aquecia, para distrair valeu uma acesa discussão sobre uma tal teoria sobre os aerogeradores (vulgo, ventoinhas). Tendo-se concluído que a aquela zona da montanha é mais ventosa devido à atracção exercida pelas ditas sobre o vento!! Será? (um artigo cientifico a desenvolver brevemente!).hehe
O grupo esteve sempre protegido pelo novo membro canino…a Nina, que nos acompanhou desde o primeiro momento, sempre atenta ao mais estranho comportamento de qualquer animal que aparecesse!
Finalmente o almoço, a melhor parte, em S.Pedro (que esteve do nosso lado todo o dia), até tivemos direito a coreto e tudo, e a alguns amigos da nossa Nina!
E depois mais subidas e descidas e ventoinhas!!!
Rés-vés pôr do sol, lá chegava o grupo de Domingueiros ao local da partida com o sentimento de tarefa cumprida…mas não foi fácil…valeu aquela paragem em Noninhas que reforçou o grupo para terminar o trilho!!

Até à próxima domingueiros...